SCM Music Player

Última Atualização

Muito obrigada meu querido pela linda homenagem. amo você.

Meu querido amor, muito obrigada pela linda homenagem que você me fez aqui no blog, está lindo demais e tudo que você me falou através da música é simplesmente maravilhoso, muito obrigada amor meu, amor da minha vida. Acordar com beijos seus foi maravilhoso, perfeito amor meu. Amo você meu rei, beijinhos em seu coração. Sua eterna Teresa

sábado, 16 de agosto de 2014

Prosa da minha vida


Gosto muito desta foto.

Tu és o verso que minha prosa canta.
Tu és a prosa de cada verso meu.
Tu és a inpiração do meu amor por ti.
Tu és o colorido que colore o meu viver.
Tu és a canção perfeita que gosto de ouvir.
Tu és a prece linda a Deus, que tenho diante de mim.
Tu és o sol, o sol da minha vida.

Um dengo de sua Teresa.

5 comentários:

  1. Mais um final de
    não percebemos o quanto o tempo tem passado rápido
    em nossa vidas...
    Vale lembrar que o tempo não passa por
    nós ,e sim nós que passamos por ele ..Tal a correria da nossa vida
    das nos a Sensação que o tempo voa.
    A dura realidade é que nunca paramos
    para saber se alguém chora precisando de uma palavra de carinho.
    Sinto isso na carne a cada amanhecer a falta
    de afeto a simplicidade de um afago acariciando a alma.
    Elevo meu pensamento a Deus no infinito
    sinto uma lagrima rolar ao sentir que o Pai
    nunca se afasta de mim .
    Nunca me deixa sozinha.
    Numa prece silenciosa rogo
    a Deus por dias menos dolorosos .
    Para todas as dores do mundo
    incluindo a minha também.
    Meu amor e carinho para você.
    Um final de semana abençoado.
    Leve meus beijos na alma
    e meu carinho no coração.
    Evanir.
    Quanto amor!!!Lindo de se ver!!

    ResponderExcluir
  2. Lindo ver como se refere ao seu amor.
    bjs
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Meus queridos

    Sempre lindos e felizes . Adorei o poema que canta esse amor lindo que vos une.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  4. Olá, Maria Teresa
    Belo dengo ao José Carlos
    Boa noite,sim, é a pura verdade, a foto do casal é linda...
    quando amamos alguém de verdade,deixamos que ela se torne o ser mais importante em nossa vida... é tudo para nós...admiramos o outro pelo que ele é, o reflexo de tudo o que se é, também, pois nos vemos nos olhos do outro com tamanha intensidade, que chegamos a considerar que o outro é nos completa.
    Obrigado pelo carinho,belo final de semana,beijos e abraços!

    ResponderExcluir
  5. Seus dengos são muito fofos. Palavras que carregam verdadeiro sentimento e que mostram um amor lindíssimo. Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.
Volte sempre,deixe seu comentário
por que assim conhecerei um pouco
de ti e do teu pensar.
Sinta-se acarinhado pela poesia
que brota do meu coração e pela
boa música que com seus acordes
adoçam a vida!
Um abraço!
Fica sempre com Deus!
Maria Teresa Fheliz Benedito

A Rosa e o Girassol

A Rosa e o Girassol.
Tão distintas e tão iguais.
Buscaram o mesmo solo, um solo pedregoso
e árido para desabrochar.
Uma ao lado do outro encantando os pássaros,
as borboletas, enfeitiçando as joaninhas.
Fico aqui a pensar, por que os homens
não podem viver em harmonia?
Que bom que no jardim da nossa casa as plantas se harmonizam e enfeitam a nossa vida.
Obrigada meu Deus,por tão lindo presente. Amém!

A alma e as estações!

A alma daquela mulher anda como as estações

Seu coração está na mão das estações

Ele sabe definir o vento, o sol, a alegria, a tristeza...

E se aninha a saudade vendo o sol partir!

O sol parte em busca de um novo dia do outro lado

E a noite vem e aperta este coração solitário

Sufocando o ser que quer ser e fazer feliz.

Mas está tão triste e o pior se sentindo tão sóQue por mais que queira não consegue ser

Pode apenas estar ali sozinha no canto de si mesma.

E de mãos dadas com as estações e muito triste

Caminha lentamente pela solidão de si mesma

Que se fez sossego dentro dela e em seu coração

Mas que chora por um amor que não chega

E que agora tem medo até de ser e até de estar.

Cansada de apenas estar

Recolhe-se a poesia que adentra o seu ser

Encolhe-se todinha a espera de inspiração

Para rimar com estações, por que seu

Pensamento voa e não consegue atinar

Que você não chega a tempo para eu lhe amar!

Maria Teresa