SCM Music Player

Última Atualização

Muito obrigada meu querido pela linda homenagem. amo você.

Meu querido amor, muito obrigada pela linda homenagem que você me fez aqui no blog, está lindo demais e tudo que você me falou através da música é simplesmente maravilhoso, muito obrigada amor meu, amor da minha vida. Acordar com beijos seus foi maravilhoso, perfeito amor meu. Amo você meu rei, beijinhos em seu coração. Sua eterna Teresa

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Bom demais beijar a ti.



No dia que tu me beijaste pela primeira vez,
eu soube de imediato que tu eras a pessoa que
eu queria viver todos os dias de minha vida.
Gosto tanto de beijar a ti.
Gosto tanto de ser beijada por ti.
É tão bom o gosto dos teus beijos meu amor.
Eles têm gosto de carinho, de ternura.
Eles têm o sabor do amor e do desejo.
Como é bom beijar a ti e ser beijada por ti.
Que bom que tu me beijaste aquela noite e
daquele jeito que só tu sabes beijar.
Como amo a ti e como amo os teus doces e loucos beijos...
Beijos de sua Teresa

sábado, 26 de dezembro de 2015

FELIZES, como as noite de Natal

Para melhor reprodução do vídeo, desligue a playlist

Natal não é uma época nem uma estação, mas um estado da mente. Apreciar a paz e a benevolência, ser abundante em clemência, é ter o real espírito de Natal (Calvin Coolidge)
E assim somos eu e ela, ela e eu, FELIZES, como as noite de Natal - J. Carlos.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

É Natal!



É Natal e meu agradecimento ao Menino Jesus.

O Natal chegando e eu agradecendo ao Menino Jesus,
por ter me dado você, em 2009,
num Abril outonal,
como se fosse uma noite de Natal.
Muito lhe agradeço meu querido
e amado Menino Jesus!
Já era feliz por ser eu,
mas hoje sou muito mais feliz e completa,
por que tenho o amor do meu José,
que me alimenta, me completa, me alucina,
me alucina louca e suavemente,
que me faz dançar,
que me faz cantar,
que me faz até poetar.
Muito obrigada Menino Jesus,
por mais este santo Natal
iluminado, encantado, pela sua luz,
meu querido Menino Jesus,
que ilumina e protege o nosso amor
e o meu querido José, amém!
Sua Teresa

domingo, 20 de dezembro de 2015

Reeditando: Declaro e ele gosta muito.



Dizem que quem declarou seu amor 
não precisa declarar mais,
por que declaração é tudo igual, mas quê!

Nada é igual no amor.

Posso declarar meu amor 
num olhar,
num suspirar,
num carinho,
numa palavra terna,
num beijo arrebatador, aquele de tirar o fôlego,
num beijinho, aquele tipo selinho...
Posso declarar meu amor em tantos atos 

que nunca terá ato final.

Declaro meu amor a você através d

e palavras escritas, 
ditadas pelo coração.

Meu bem, declaro agora meu amor a ti!

Declaro sim e sempre o declararei, 
gosto de declará-lo a ti.

Gosto do som das palavras.

Gosto quando declaro meu amor a ti, 
quando toco seu rosto com um carinho 

ou um beijo rápido e

você me olha com o canto dos olhos sorrido.

Gosto, gosto muito de declarar meu amor a ti, 
seja lá de que maneira for.

E declaro agora meu amor a ti, meu José!

Sou sua Maria, aquela que você escolheu 
num domingo não muito distante e 
eu a sua Maria aceitei ser escolhida por ti,

e como gostei e agora declaro meu amor a ti.

Amo a ti meu José, como amo a ti!
Te amo com simplicidade e ternura.
Te amo com loucura na passividade.
Te amo meu amor e isso nunca poderei negar, 

amo somente a ti e quero só a ti.
Tua Teresa.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Reeditando:Tudo está ligado para a felicidade do amor.



                    Se estamos ao lado do grande amor,
a água que bebemos tem gosto de mel.
O vinho que nos deliciamos tem gosto
do néctar das uvas do Olimpo.
A música que ouvimos tem o som de uma
sinfonia tocada por anjos,
com harpas melodiosas divinas.
As palavras que tocamos são inspiradas
pelo amor  e pela benção de Deus.
O carinho que trocamos tem
o toque de mãos de veludo.
Tudo é assim e muito mais
quando estamos ao lado, 
do grande amor da vida.
                         Te amo luz de “mi vita”!
                             De tua Teresa


********

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Nosso Amor é verdadeiro soberano e benevolente

Pra melhor reprodução do vídeo, desligue a playlist

Noites em branco...

                                                           
      Imagem da Web.

Tantas vezes escrevi.
Tantas noites em branco.
Hoje cansada, até de ser poeta.
Calo-me tanto que até meu respirar
é silencioso.
Silencioso como a solidão.
Sufocante como duas mãos em
torno do meu ser indefeso.
Cansada estou.
Mesmo sentindo
uma felicidade imensa percorrer o
meu coração.
Algo impede que eu sorria.
Talvez seja
até mesmo esta felicidade que veio
sem se fazer anunciar
levando-me de encontro ao medo 
maior de estar sempre muito só,
pois você que ainda não conheço,
não está aqui!

       Maria Teresa (1999)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Recordando: O QUE DISSEMOS UM PARA O OUTRO NO DIA DO NOSSO CASAMENTO


Maria Teresa disse: BASEADO NO LIVRO DE RUTE.
Te amo mais que a luz do sol que aquece nossa vida e aquece nosso amor.
Te amo mais que a luz das estrelas que brilham a luzir e encanta nossa vida.
Te amo mais que a luz do luar que nos olha com timidez e encanta nosso sorrir.
Por isso tudo e muito mais que tem em meu coração que te digo:
Não volto e nunca vou te deixar.
Para onde tu fores irei contigo.
Onde tu deitares tua cabeça e onde tu te abrigares, lá estarei eu sempre contigo.
Tua família, amor meu, será minha família e amarei como minha.
Teu Deus meu amor, será meu Deus, o único a nos guiar.
E se morreres, morrerei contigo, nem a morte me separará de ti.
E nada disso farei ao contrário, por que Deus está conosco a nos proteger e a nos guiar.
Maria Teresa
José Carlos, respondeu:
“Te amo”
Devoção suprema na verdade, você está me dando os dias mais felizes.
Portanto eu não posso pensar em uma vida sem que estejas presente.
Mas ao contrário se morreres, assim semelhantemente a ORFEU, da mitologia, recusar-me-ei até mesmo a olhar para outra.
Então meu juízo também padecerá e se turvará de tanta tristeza e agonia.
Você será pra sempre a EURÍDICE, da minha existência.
10 de fevereiro de 2012, José Carlos.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Eu caibo direitinho no seu abraço.

************************

Amor tu já reparastes que eu 
caibo direitinho no teu abraço?
Caibo direitinho por que tu com todo teu cuidar 
me ajeita com teu amor a cada abraço 
para não ficar nada de fora deste abraço.
Bom demais caber no teu abraço assim.
Me sinto protegida, me sinto “ternurada” 
e acarinhada por este doce e forte abraço.
Bom demais também dormir neste abraço 
e pela amanhã despertar no teu abraço de amor.
Posso até crescer, engordar 
que mesmo assim caberei no teu abraço 
por que ele é auto-ajustável 
pelo amor que há em cada abraço.
Este abraço faz parte do meu mundo, 
do meu corpo que se aninha 
todos os dias neste abraço.
Ai que delícia é ter esse abraço!

Um beijo abraçado em teus lábios, 
que só sabe me abraçar a cada beijo de amor.

A Rosa e o Girassol

A Rosa e o Girassol.
Tão distintas e tão iguais.
Buscaram o mesmo solo, um solo pedregoso
e árido para desabrochar.
Uma ao lado do outro encantando os pássaros,
as borboletas, enfeitiçando as joaninhas.
Fico aqui a pensar, por que os homens
não podem viver em harmonia?
Que bom que no jardim da nossa casa as plantas se harmonizam e enfeitam a nossa vida.
Obrigada meu Deus,por tão lindo presente. Amém!

A alma e as estações!

A alma daquela mulher anda como as estações

Seu coração está na mão das estações

Ele sabe definir o vento, o sol, a alegria, a tristeza...

E se aninha a saudade vendo o sol partir!

O sol parte em busca de um novo dia do outro lado

E a noite vem e aperta este coração solitário

Sufocando o ser que quer ser e fazer feliz.

Mas está tão triste e o pior se sentindo tão sóQue por mais que queira não consegue ser

Pode apenas estar ali sozinha no canto de si mesma.

E de mãos dadas com as estações e muito triste

Caminha lentamente pela solidão de si mesma

Que se fez sossego dentro dela e em seu coração

Mas que chora por um amor que não chega

E que agora tem medo até de ser e até de estar.

Cansada de apenas estar

Recolhe-se a poesia que adentra o seu ser

Encolhe-se todinha a espera de inspiração

Para rimar com estações, por que seu

Pensamento voa e não consegue atinar

Que você não chega a tempo para eu lhe amar!

Maria Teresa