Meu querido amor, muito obrigada pela linda homenagem que você me fez aqui no blog, está lindo demais e tudo que você me falou através da música é simplesmente maravilhoso, muito obrigada amor meu, amor da minha vida. Acordar com beijos seus foi maravilhoso, perfeito amor meu. Amo você meu rei, beijinhos em seu coração. Sua eterna Teresa

sábado, 20 de outubro de 2018

Dia do Poeta, uma homenagem a todos os poetas, com uma poesia do meu amado pai.


Um dia há muito tempo, ainda era uma adolescente , falei ao meu querido pai que gostaria muito de ser poetisa. ( Eu estava em Jambeiro, numa pequena cidade do interior de São Paulo, passeando.)
Então ele me respondeu assim, com sua poesia:

“Você disse que poetisa queria ser
para poder cantar com harmonia
como acerto e emoção
tudo que lhe vai na alma, no coração,
dessa Jambeiro bonita
de ar puro sem poluição
de gente boa e hospitaleira
de alma pura e altaneira
e exaltar tanta beleza.
Cantar sua natureza,
que de belo ainda ficou
nesse chão fecundo
que Cristo fez com poesia
como encanto tão profundo.
Pois eu digo com certeza
que de poetisa ou poeta
quase todos tem boa porção
e isto é muito bom
e do mundo a salvação,
pois muitos se inspiram
na alegria ou na tristeza
para conservar tanta beleza
que existe natural riqueza
por isso jogue fora a tristeza
a terra está cheia de pranto
olhe par o céu imenso e fecundo
tão cheio de encanto profundo.
Olhe par ao céu com estrelas a luzir
que parecem miríades de crianças
para a terra a sorrir.
Você poetisa é, só não tem troféu
pois sabe olhar, pensar e sentir
e também com acerto exprimir.
Olhe muito para o céu, para o céu!
Esqueça o passado que é pequeno
encerre seus olhos no imenso porvir
que é melhor que um troféu,
então um dia com muita alegria
com harmonia no coração
num futuro longe... muito longe
dessa Jambeiro cidade
recordará com emoção
e também com muita saudade”!
Luiz José de Brum – meu pai
(Meu querido pai, em seu ateliê. pintando mais uma poesia com pincéis e tintas, nascendo daí um lindo quadro, que tenho em minha sala)

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Antes de tu!


Antes de tu, eu vivia no exílio de mim.
Vivia tão intrinsicamente que não me via em mim.
Que não enxergava nada, apenas fugia de mim, escapava do meu próprio olhar.
Desviava de mim qualquer sentimento,
qualquer mergulhar.
Queria apenas a superfície do sentir,
porque o que eu queria era um grande amor, o verdadeiro amar.
Não um amor qualquer, mas um amor que não necessitasse de palavras, apenas do olhar, apenas de mãos que se encontrassem no ar do sonhar e que como num passe de mágico se fizesse real e me tirasse do exílio de mim.
Aí veio tu e me resgatou e me amou, me amando para sempre! (Maria Teresa)

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

A morte é uma pétala que se solta da flor e deixa uma eterna saudade no coração. ( Autor Desconhecido)

Muito triste esta partida!!
Uma perda irreparável!!
Ficaram as suas lindas canções e sua voz encantadoramente envolvente.

Saudades Charles Aznavour!!
Que Deus o tenha em sua glória!!

José Carlos e Maria Teresa
Para melhor reprodução do vídeo, pause o Player da RádioCanal39.online

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

O Exemplo de Don Saúl


Aos 90 anos o homem pode estar ultrapassado para viver as futilidades todas da vida, mas aos 90 anos o homem pode se tornar jovem e forte para nos passar um exemplo como este.
 Obs. em Julho Don Saúl – completou 94 anos.
Assista, talvez você possa se animar!
 Oll Korrect  SO GET SET!
Para melhor reprodução do vídeo pause o Player da RadioCanal39.online

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Meus amados pais!


Dois poetas incríveis.
Mamãe poeta dos temperos
e poeta das mãos,
transformava linhas e tecidos
em lindas peças de crochê,
bordados e vestidos para mim,
todos com bordados contando
uma história...
Papai poeta dos pincéis e das palavras.
Poetava como ninguém, transformando
seu sentir em lindos e sensíveis poemas.
E quando pegava seu velho "Bandolim",
até Bach se mostrava com suas árias que ecoavam suavemente por nossa casa
enchendo de encanto e magia.
Meus pais, meus poetas preferidos.
Saudades sem fim!!

domingo, 9 de setembro de 2018

Baile da Independência-2018

Música interpretada pelo excelente Cronner Jovacy, o contexto da letra é uma história sobre dois irmãos o mais velho combatente no Vietnã.
Para melhor reprodução do vídeo , pause o player da RádioCanal39.online

sábado, 1 de setembro de 2018

Bom Dia Setembro.

Bem-vindo Setembro! Que sua chegada nesta manhã traga consigo a autenticidade mais transparente que a pureza das flores na primavera pode nos presentear.
Para melhor reprodução do vídeo, pause o player da RádioCanal39.

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Amica Mia- Guido Renzi


A paixão e a simpatia também pode se alternar em um certo estágio da natureza humana, e neste contexto inusitado, talvez a contingência de uma amizade possa sem duvidas dar suporte e assim resultar em um novo grande amor.

Para melhor reprodução do vídeo- Pause o Player da Radio Canal39


terça-feira, 28 de agosto de 2018

sexta-feira, 24 de agosto de 2018

A música me faz tão bem!!

                            Imagem da web 
Rodopio pelo salão do meu coração com você esta música que está no ar deste nosso lugar e a cada rodopio me entrego ao seu olhar e suas mãos me seguram forte  e me colo ao seu corpo e fecho meus olhos e me deixo levar pelo salão do meu coração e rodopiamos cada vez mais  e mais e nossos pés não tocam mais o chão e levitamos no ar do nosso amar e a música continua e os sonhos também e nunca acabarão e voamos dançando nas nuvens do meu coração!!! (Maria Teresa)
(Música "strangers in the nigth")

domingo, 19 de agosto de 2018

You - Pierre Charby

Pierre Charby, coloca na musica as dificuldades decorrentes de sua paixão, pelo seu amor de infância, não obstante isto nunca o fez indiferente esta é a declaração de um amor sincero. éla é a única, assim devem ser todos os amores.

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

C'Est Fini, IL Faut Se Dire Adieu - Roberto Carlos

Na seqüência, Philippe Saísse talvez  inspirado no romance  platônico do adolescente Hermy, pela bela jovem Dorthy onde a história descreve cenas  de um quase moço que em férias de verão se apaixona por uma mulher  mais madura cujo o marido foi combater  na II guerra, são os argumentos do Filme Summer of”42- Philippe Saísse coincidentemente parece conceber uma letra para a música a Distância de Roberto e Erasmo, composta em 1972 que se assemelha à uma correspondência insuspeita ao drama romântico.(J.Carlos)

segunda-feira, 30 de julho de 2018

"Las mujeres son los únicos seres capazes de pensar con el corazón, actuar por la emoción y vencer por el amor". "Desconhecido"

Na noite de enceramento da XVI- Festa Italiana em Canas- sp.
o Tenor Ricardo Bombarda, canta em espanhol- Malagueña, A história de um jovem apaixonado por uma mulher que não o quer por ele ser pobre, composição de 1939.

sexta-feira, 6 de julho de 2018

Prisioneira!

Imagem da web 
Sinto-me presa no silêncio
que se faz aqui.
Ele se faz assim em mim:
- como palavras soltas no ar,
Que nunca encontram respostas,
- com presenças que não se
fazem presenças por que não
estão onde deveriam estar
- com vozes que não dizem nada
a não ser em sentimentos
egoístas e desleais
- com sorrisos ásperos ou mecânicos,
como exercícios anti-rugas
- com sonhos que não se fazem reais
pois os protagonistas não existem...

E assim fico presa... cativa do silêncio...
Maria Teresa (1999)

quarta-feira, 20 de junho de 2018

terça-feira, 12 de junho de 2018


Meu querido José Carlos
Eu te quero cada minuto, cada hora, cada dia, cada vez mais, com mais ternura e mais amor.
Sinta as batidas do meu coração,
Deita tua cabeça em meu peito e escuta as batidas do meu coração, que acelera quando tu olhas dentro dos olhos.
Sinta como meu ser se entrega completamente a cada toque de tuas mãos.
Sinto teus beijos em meus lábios que ainda estão quentes e úmidos de amor e desejo.
Amor eu iria até os confins do mundo
para encontrar palavras para poetizar para ti e todo instante dizer: Te amo!
Vai passar o infinito de anos e sempre te amarei.
Não quero guardar este amor dentro de mim, quero te dar todo ele em forma de carinho, de ternura, de compreensão, de cumplicidade, de companheirismo, de entrega total da alma, do coração, do corpo e me fazer sempre tua em cada olhar, em cada conversa, em cada toque.
Viajo neste instante nos teus beijos,
nos teus olhos, nos teus sonhos e com doçura me entrego a ti para sempre.
Tua Teresa

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Feliz Dia dos Namorados


A namorada, é a mulher, é a amante, é a amiga que em seu contexto próprio, se torna a amada absoluta por seu parceiro em conseqüência de seu companheirismo e sinceridade.

quinta-feira, 7 de junho de 2018

segunda-feira, 4 de junho de 2018

sábado, 2 de junho de 2018

Helene Fischer - Merci Cheri


Helene Fischer canta para Udo Jürgens " Merci Cherie "
Na apresentação revela-se nitidamente na expressão do compositor o latejar de um drama pungente, são seus últimos dias, mas sua mais importante composição foi posta em cena habilmente, com sublime suavidade no cantar e ao olhar para o criador em um sinal de nobre e distinta reverencia da interprete talvez tenha ele entendido que sua obra mais famosa tornou-se neste momento o seu “Canto do Cisne”.
Edição de vídeo e tradução- J. Carlos.

sexta-feira, 1 de junho de 2018

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Silêncio

                         Imagem da web 
O silêncio
tem cores
tem cheiro
curvas e retas
nuances e sentimentos
tem silêncios invertidos
tem sons silenciosos
que só se ouve no silenciar
de palavras e
na balbúrdia do silenciar.
Que loucura que é este silêncio
desta silenciosa madrugada...
Deste louco sentir!
(Maria Teresa)

A Rosa e o Girassol

A Rosa e o Girassol.
Tão distintas e tão iguais.
Buscaram o mesmo solo, um solo pedregoso
e árido para desabrochar.
Uma ao lado do outro encantando os pássaros,
as borboletas, enfeitiçando as joaninhas.
Fico aqui a pensar, por que os homens
não podem viver em harmonia?
Que bom que no jardim da nossa casa as plantas se harmonizam e enfeitam a nossa vida.
Obrigada meu Deus,por tão lindo presente. Amém!

A alma e as estações!

A alma daquela mulher anda como as estações

Seu coração está na mão das estações

Ele sabe definir o vento, o sol, a alegria, a tristeza...

E se aninha a saudade vendo o sol partir!

O sol parte em busca de um novo dia do outro lado

E a noite vem e aperta este coração solitário

Sufocando o ser que quer ser e fazer feliz.

Mas está tão triste e o pior se sentindo tão sóQue por mais que queira não consegue ser

Pode apenas estar ali sozinha no canto de si mesma.

E de mãos dadas com as estações e muito triste

Caminha lentamente pela solidão de si mesma

Que se fez sossego dentro dela e em seu coração

Mas que chora por um amor que não chega

E que agora tem medo até de ser e até de estar.

Cansada de apenas estar

Recolhe-se a poesia que adentra o seu ser

Encolhe-se todinha a espera de inspiração

Para rimar com estações, por que seu

Pensamento voa e não consegue atinar

Que você não chega a tempo para eu lhe amar!

Maria Teresa