Meu querido amor, muito obrigada pela linda homenagem que você me fez aqui no blog, está lindo demais e tudo que você me falou através da música é simplesmente maravilhoso, muito obrigada amor meu, amor da minha vida. Acordar com beijos seus foi maravilhoso, perfeito amor meu. Amo você meu rei, beijinhos em seu coração. Sua eterna Teresa

Radio Canal39

Agora DiálogoD'Amore está integrado a “radiocanal39.online” navegue pelo blog ouvindo música de qualidade, clicando no Player da rádio, e assista o vídeo relativo a melodia clicando em letra e vídeo da música correspondente no painel da emissora.


Rádio Canal39.online

terça-feira, 12 de junho de 2018


Meu querido José Carlos
Eu te quero cada minuto, cada hora, cada dia, cada vez mais, com mais ternura e mais amor.
Sinta as batidas do meu coração,
Deita tua cabeça em meu peito e escuta as batidas do meu coração, que acelera quando tu olhas dentro dos olhos.
Sinta como meu ser se entrega completamente a cada toque de tuas mãos.
Sinto teus beijos em meus lábios que ainda estão quentes e úmidos de amor e desejo.
Amor eu iria até os confins do mundo
para encontrar palavras para poetizar para ti e todo instante dizer: Te amo!
Vai passar o infinito de anos e sempre te amarei.
Não quero guardar este amor dentro de mim, quero te dar todo ele em forma de carinho, de ternura, de compreensão, de cumplicidade, de companheirismo, de entrega total da alma, do coração, do corpo e me fazer sempre tua em cada olhar, em cada conversa, em cada toque.
Viajo neste instante nos teus beijos,
nos teus olhos, nos teus sonhos e com doçura me entrego a ti para sempre.
Tua Teresa

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Feliz Dia dos Namorados


A namorada, é a mulher, é a amante, é a amiga que em seu contexto próprio, se torna a amada absoluta por seu parceiro em conseqüência de seu companheirismo e sinceridade.

quinta-feira, 7 de junho de 2018

segunda-feira, 4 de junho de 2018

sábado, 2 de junho de 2018

Helene Fischer - Merci Cheri


Helene Fischer canta para Udo Jürgens " Merci Cherie "
Na apresentação revela-se nitidamente na expressão do compositor o latejar de um drama pungente, são seus últimos dias, mas sua mais importante composição foi posta em cena habilmente, com sublime suavidade no cantar e ao olhar para o criador em um sinal de nobre e distinta reverencia da interprete talvez tenha ele entendido que sua obra mais famosa tornou-se neste momento o seu “Canto do Cisne”.
Edição de vídeo e tradução- J. Carlos.

sexta-feira, 1 de junho de 2018

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Silêncio

                         Imagem da web 
O silêncio
tem cores
tem cheiro
curvas e retas
nuances e sentimentos
tem silêncios invertidos
tem sons silenciosos
que só se ouve no silenciar
de palavras e
na balbúrdia do silenciar.
Que loucura que é este silêncio
desta silenciosa madrugada...
Deste louco sentir!
(Maria Teresa)

quinta-feira, 3 de maio de 2018

É fato que Charles Asznavour viveu um intenso “Amitié Amouresse” com a fadista portuguesa Amália Rodrigues, prova disto é cidade de Veneza, cenário de seus protagonismos fervorosos e quando a paixão entre ambos morreu então nasceu uma das mais linda peças musicais que um homem apaixonado já pôde fazer!

Para melhor reprodução do vídeo, desligue a Playlist.

É fato que Charles Asznavour viveu um intenso “Amitié Amouresse” com a fadista portuguesa Amália Rodrigues, prova disto é cidade de Veneza, cenário de seus protagonismos fervorosos e quando a paixão entre ambos morreu então nasceu uma das mais linda peças musicais que um homem apaixonado já pôde fazer!

Para melhor reprodução do vídeo, desligue a Playlist.

É fato que Charles Asznavour viveu um intenso “Amitié Amouresse” com a fadista portuguesa Amália Rodrigues, prova disto é cidade de Veneza, cenário de seus protagonismos fervorosos e quando a paixão entre ambos morreu então nasceu uma das mais linda peças musicais que um homem apaixonado já pôde fazer!

Para melhor reprodução do vídeo, desligue a Playlist.

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Dia do Amor é todo dia

O amor é um sentimento mágico e encantado.
Ele forma um elo entre o coração e a alma.
Por certo é o elo, a aliança mais belo que há.
O amor nos faz viajar por mares, montanhas, planícies nunca viajadas ou até mesmo sonhadas.
O amor nos faz viajar além do tempo e do espaço, seja do universo como de nós dois.
O amor nos faz viajar sem sair do lugar, só temos, só precisamos ficar um ao lado do outro e viver este amor.
E por toda esta magia e encantamento de amar, sentimos a felicidade de perto.
Não precisamos nem fechar os olhos para senti-la, ela está em nós e por nós,
em cada gesto, em cada olhar, em cada toque, em cada sonhar do nosso amar!
Maria Teresa

terça-feira, 24 de abril de 2018

Namorar você!


Bom sair por aí e namorar você.
Sentar embaixo daquela árvore
e namorar você.
Ouvir o murmúrio do rio que desce suavemente e namorar você.
Sentir a brisa fresca que balança as folhagens da beira do rio e alisa
nossa pele e acaricia nosso ser
e namorar você.
Escutar o canto dos pássaros e ouvir o
Bem-te vi cantando que está aqui a nos ver e namorar você.
Sentir suas mãos afagando meus cabelos
com suavidade e namorar você.
Sentir seus lábios roçando meu pescoço
e namorar você.
Ouvir você murmurando coisas de amor,
que gostoso é!
É andar com você por aí é sempre muito bom, mas melhor ainda é namorar você.
( Maria Teresa)

domingo, 22 de abril de 2018

                 Nossas mãos sempre unidas.
Mãos que se encontram,
mas nunca se viram
Nunca se tocaram,
nunca sentiram a maciez
De uma e de outra,
Mas sabem de como
é ser tocada por elas,
Já sentiram de maneira
não concreta o
Toque das mãos e
se emocionam cada vez
Que este toque acontece,
quando viajam
no espaço sideral e
se encontram
No plano dos sonhos,
das quimeras e da verdade,
Não precisam que o
irreal se torne real para
Este toque acontecer,
só precisam saber
Ser no espaço do estar,
Por que o ser de cada
um está onde estão
As tuas mãos...
Momento de loucura de
Sanidade, isso não importa,
Neste momento o meio
É justificável...
(Maria Teresa - 1999)

quarta-feira, 21 de março de 2018

Mas como um homem pode se sentir só se procura as mãos da amada e encontra sempre.(Hélio Ribeiro)

Para melhor reprodução do vídeo, desligue a Playlist.

Hoje é Dia Internacional  da Poesia, 21 de Março!
Parabéns aos amantes da Poesia!
Aprendi a gostar de poesia ainda era muito pequena, meu pai,  gostava muito de escrever e entre tantos escritos também tinha lindas poesias.
E eu adorava ler os poemas do papai e com isso fui aprendendo a colocar no papel o que o coração ditava e assim ia esvaziando o coração e enchendo cadernos de poesia, mas quanto mais escrevia mais meu coração se enchia fe amor e poesia.
E hoje vou homenagear este Dia da Poesia com um poema do meu amado pai, Luiz José de Brum.

               O Trem
Eis que o trem que passa
Num espiral de fumaça
Atrás com seu bojo cheio
De adultos e crianças de permeio
Vai levando em seu seio
Alegria,  esperança e receio
Seu resfolegar, seu rodar
Para muitos é canto de ninar
Para outros aquele rodar, rodar
Motivo de se enlevar e cismar
Para os tristes
Aquilo é um matracar, matracar
É um desesperar  e um torturar
E depois daquele rodar, rodar
Como que triste,  pelo que viu e ouviu
Sombrio ficou a chiar
Como um lamentar,  como um chorar.
         Luiz José de Brum.
(IMAGEM DA WEB)

terça-feira, 20 de março de 2018

E você chegou...

                                       


                  Meu querido José, você chegou no outono,
mas com cheiro de Primavera.
Sim este é seu cheiro, cheiro de Primavera.
E primavera para mim significa “esperança”.
Esperança de nova vida e foi o que você
trouxe para mim meu amor querido.
Você trouxe para a minha vida uma luz
que até então eu não conhecia.
Com este cheiro da Primavera você trouxe paz 
até então desconhecida por este coração.
Você trouxe meu querido, vida que
eu nem sabia que existia.
Com o cheiro da Primavera você trouxe
prazeres que eu nem imaginava.
Prazer de andar pelos jardins de
mãos dadas e ouvir o canto dos pássaros.
Andar por aí, pela vida com alegria
e renovada esperança.
Você trouxe com o cheiro da Primavera
uma vontade louca de viver,
de viver cada vez mais ao seu lado
meu querido.
Você trouxe junto com a Primavera 
este gosto gostoso de ser sua por toda a vida.
Obrigada meu querido bem por ter trazido
este cheiro de Primavera eterna em meu coração!
Obrigada meu querido amor, beijos em seu coração, 
sua Teresa...   



Amor de Outobo

Que lindo é o amor de outono.
Amor maduro.
Amor do sabe o que quer.

Amor do carinho sincero.
Amor do afeto sem medida.
Amor de confiança plena.
Amor sem espera, só de encontros.
Amor, amor.
Ah como é lindo o amor de outono.
Amor sem medo de amar.
Amor sem medo de demonstrar.
Amor sem medo de dizer a toda hora, “eu amo você”.
Amor sem medo do amanhã, por que o hoje é a hora de amar.
Amor com loucuras sem medidas.
Amor com sabedoria infinita.
Amor sem manipulações.
Amor sem falsas intenções.
Amor sem mentiras.
Amo amar você, esse nosso amor de Outono.
Maria Teresa- 2010

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Tecer com as mãos do coração


Com as mãos do coração tecer sempre o amor por ti.
Como é bom, com as mãos do coração
tecer o amor que sinto por ti!
Como é bom, com os olhos
do sorriso transformar
tudo em amor por ti!
Como é bom, com o brilho dos lábios
poder iluminar meu amor por ti!
Como é bom, poder com meus braços
me envolver em teus braços
e me sentir protegida sempre por teu amor, neste abraço!
Como é bom poder sentir o amor saindo de mim e indo de encontro sempre ao teu amor!
Como é bom amor meu, poder tecer sempre o amor a ti! (Maria Teresa)

A Rosa e o Girassol

A Rosa e o Girassol.
Tão distintas e tão iguais.
Buscaram o mesmo solo, um solo pedregoso
e árido para desabrochar.
Uma ao lado do outro encantando os pássaros,
as borboletas, enfeitiçando as joaninhas.
Fico aqui a pensar, por que os homens
não podem viver em harmonia?
Que bom que no jardim da nossa casa as plantas se harmonizam e enfeitam a nossa vida.
Obrigada meu Deus,por tão lindo presente. Amém!

A alma e as estações!

A alma daquela mulher anda como as estações

Seu coração está na mão das estações

Ele sabe definir o vento, o sol, a alegria, a tristeza...

E se aninha a saudade vendo o sol partir!

O sol parte em busca de um novo dia do outro lado

E a noite vem e aperta este coração solitário

Sufocando o ser que quer ser e fazer feliz.

Mas está tão triste e o pior se sentindo tão sóQue por mais que queira não consegue ser

Pode apenas estar ali sozinha no canto de si mesma.

E de mãos dadas com as estações e muito triste

Caminha lentamente pela solidão de si mesma

Que se fez sossego dentro dela e em seu coração

Mas que chora por um amor que não chega

E que agora tem medo até de ser e até de estar.

Cansada de apenas estar

Recolhe-se a poesia que adentra o seu ser

Encolhe-se todinha a espera de inspiração

Para rimar com estações, por que seu

Pensamento voa e não consegue atinar

Que você não chega a tempo para eu lhe amar!

Maria Teresa