SCM Music Player

Última Atualização

Muito obrigada meu querido pela linda homenagem. amo você.

Meu querido amor, muito obrigada pela linda homenagem que você me fez aqui no blog, está lindo demais e tudo que você me falou através da música é simplesmente maravilhoso, muito obrigada amor meu, amor da minha vida. Acordar com beijos seus foi maravilhoso, perfeito amor meu. Amo você meu rei, beijinhos em seu coração. Sua eterna Teresa

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Dia da Saudade - 30 de Janeiro


Falar de saudade, sensação e sentimento estes que temos 
quando amamos alguém que não temos por perto.
Mas vejam que interessante,está no Aurélio, apenas uma informação curiosa.


([Do lat. solitate, 'soledade', 'solidão', pelo arc. soydade, suydade, poss. com infl. de saúde.]
S. f. 
 1.  Lembrança nostálgica e, ao mesmo tempo, suave, de pessoas ou coisas distantes ou extintas, acompanhada do desejo de tornar a vê-las ou possuí-las; nostalgia: &  &   
 2.  Pesar pela ausência de alguém que nos é querido. 
 3.  Bot.  Designação comum a diversas plantas da família das dipsacáceas, principalmente da espécie Scabiosa maritima, e às suas flores; escabiosa, suspiro: &   
 4.  Bot.  Planta da família das asclepiadáceas (Asclepias umbellata). 
 5.  Bras.  Zool.  V. assobiador (4). 
 6.  Bras.  Cantiga da terra, entoada pelos marujos no alto-mar).  

 Interessante pois não?
Saudade de você meu amor, fostes para o trabalho e eu aqui fiquei,
já saudosa de ti...
Eu aqui sozinha nesta casa que de repente ficou imensa sem você,
ficou seu cheiro,fios de cabelo teu no travesseiro...
Saudade doída de ti...
Saudade fria que abraça e me enlaça ao invés dos teus braços
quentes que me protegem e me aquecem...
Saudade doída de ti...
Ela me aperta me deixando refém da tua ausência meu amor...
Triste saudade me solta, me larga sai daqui saudade doída de ti.
Triste esta saudade que se detém em mim...
fazendo-me indefesa desta ausência de ti.
Ah saudade dá um descanso e me deixa sem ti,
Engole o tempo devora os segundos, minutos, horas 
e traga de volta o meu amor, faz logo o trabalho terminar
e devolve o meu amor.
Não a quero,me deixa saudade,e deixe que a presença
do meu doce anjo se faça aqui,enchendo esta casa de 
novo de alegria e de sorriso do meu amor...
Vai saudade e traga logo o meu amor!
              Maria Teresa



5 comentários:

  1. Bom dia amada !!!!
    lindo ver a sensibilidade da tua alma expressa em forma de saudades ...
    bjsssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  2. Minha querida

    Quando amamos alguém e não está ao nosso lado, os dias são enormes.
    Sempre lindo esse amor.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. Música preciosa y amor del día a día, el verdadero. Besicos para los dos.

    ResponderExcluir
  4. Linda amiga, o amor é mesmo assim, queremos sempre perto o nosso amor, até por algumas horas fica o vazio a espera que logo passe a saudade!
    Saudade, não importa por quanto tempo, até em alguns momentos ela vem a nos fazer ter ideia do que é sofrer se ficarmos sem o nosso bem!
    Grande abraço minha amiga muito querida!

    ResponderExcluir
  5. A saudade dói, mas o reencontro é maravilhoso. Essa é uma saudade consentida porque a ausência é necessária. E os dois corações só alimentam a ansiedade do retorno. Grande beijo, minha amiga!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.
Volte sempre,deixe seu comentário
por que assim conhecerei um pouco
de ti e do teu pensar.
Sinta-se acarinhado pela poesia
que brota do meu coração e pela
boa música que com seus acordes
adoçam a vida!
Um abraço!
Fica sempre com Deus!
Maria Teresa Fheliz Benedito

A Rosa e o Girassol

A Rosa e o Girassol.
Tão distintas e tão iguais.
Buscaram o mesmo solo, um solo pedregoso
e árido para desabrochar.
Uma ao lado do outro encantando os pássaros,
as borboletas, enfeitiçando as joaninhas.
Fico aqui a pensar, por que os homens
não podem viver em harmonia?
Que bom que no jardim da nossa casa as plantas se harmonizam e enfeitam a nossa vida.
Obrigada meu Deus,por tão lindo presente. Amém!

A alma e as estações!

A alma daquela mulher anda como as estações

Seu coração está na mão das estações

Ele sabe definir o vento, o sol, a alegria, a tristeza...

E se aninha a saudade vendo o sol partir!

O sol parte em busca de um novo dia do outro lado

E a noite vem e aperta este coração solitário

Sufocando o ser que quer ser e fazer feliz.

Mas está tão triste e o pior se sentindo tão sóQue por mais que queira não consegue ser

Pode apenas estar ali sozinha no canto de si mesma.

E de mãos dadas com as estações e muito triste

Caminha lentamente pela solidão de si mesma

Que se fez sossego dentro dela e em seu coração

Mas que chora por um amor que não chega

E que agora tem medo até de ser e até de estar.

Cansada de apenas estar

Recolhe-se a poesia que adentra o seu ser

Encolhe-se todinha a espera de inspiração

Para rimar com estações, por que seu

Pensamento voa e não consegue atinar

Que você não chega a tempo para eu lhe amar!

Maria Teresa