SCM Music Player

Última Atualização

Muito obrigada meu querido pela linda homenagem. amo você.

Meu querido amor, muito obrigada pela linda homenagem que você me fez aqui no blog, está lindo demais e tudo que você me falou através da música é simplesmente maravilhoso, muito obrigada amor meu, amor da minha vida. Acordar com beijos seus foi maravilhoso, perfeito amor meu. Amo você meu rei, beijinhos em seu coração. Sua eterna Teresa

terça-feira, 28 de julho de 2015

Domingo Feliz

Momento de Paz e encantamento no bosque da Princesa ao lado do meu bem numa manhã de Domingo - Maria Teresa

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Show de Jazz

Ontem estivemos presentes num concerto de Jazz que foi simplesmente maravilhoso."Julio Bittencourt Trio Jazz".E uma parte deste espetáculo está aqui representada neste filme, que vale a pena assistir, são só 7 minutos, mas o espetáculo durou mais de uma hora. José Carlos e Maria Teresa

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Muito velho para mim...(((((2009)))))

                                                                     
Eu com 15 anos

Cheguei muito cedo a este mundo
tão velho pra mim, realmente é
isto que sinto, minha cabeça e
meu coração estão além do que tenho
a minha volta, e este tempo que
corre sem pedir licença, tropeçando em
meus sentimentos, sugando tudo não
deixando quase nada para mim...
Ah! O tempo fugaz e sagaz, 
bom e traidor
um capricho do tempo...
tempo, um detalhe que deixa
 algumas marcas....
mas o coração está impecável...
E hoje fibrilando por  você
dentro de mim... deixando este ser
intrigado com a mistura de
sentimentos, questionamentos...
que vão e vem sem respostas...
causando um grande eco de
inquietação neste ser que nasceu
neste mundo, que é muito velho.

Maria Teresa  
(((((2009)))))

terça-feira, 21 de julho de 2015

Poesia Galvaneana

Razões que não nos impede de descobrir o verdadeiro sentido da vida - Texto e Música em total profundidade - J. Carlos.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Céu interior! (((2008)))



Você é meu céu interior.
Você é o sol acima de
Qualquer sol.
Você é o luar que despeja
Sua luz por entra as árvores
Tremulantes no lago negro
Pela noite escura que adentra
Em meu ser.
Você é  gaivota voando
Sobre o meu ser que corre
Sorrindo para você.
Você é a paz branca toda pura
Por cima deste meu mundo que as
Vezes é tão triste e solitário de você.
Você é aquele sorriso, aquele
Bom dia que deixei por descuido
Sem acolher em meu coração.
Você é tanto sentimento e infinito,
Tanta poesia, que nem mais consigo
Expressar, a não ser gritar para você
Bem baixinho só para você ouvir
- eu gosto tanto de você!
Eu amo você e nem lhe conheço,
vem logo, vem me amar.
        Maria Teresa  (((2008)))

(((((Ainda bem que em 2009, você chegou e

       tudo ficou perfeito)))))

quinta-feira, 16 de julho de 2015

“Barrabás, As Últimas Palavras de Jesus”.


Um dos presentes que ganhei da Maria Teresa, com sua dedicatória e que esta sempre em minha cabeceira, como sou admirador de Gibran Kalil Gibran, narro uma das mais belas páginas deste livro – Jesus Filho do Homem –
“Barrabás As Últimas Palavras de Jesus”.
Música Incidental : Suite nº 3 de Johann Sebastian Bach - Air on The G. String
Fotos : Frame e Stop Motion de páginas Internet

quarta-feira, 15 de julho de 2015

O Tempo Que Passa

Vivemos nosso tempo como se ele não passasse porém percebemos por instinto sua presença e assim vivemos sem segredos nossos sentimentos - J Carlos

Para melhor áudio desligue o playlist

terça-feira, 14 de julho de 2015

Ah esse tempo, por que voas tão depressa? (((((2013)))))


Não quero ter pressa para fazer mais nada,
vou me deixar levar pelo tempo,
sem pressa, mesmo que ele esteja apressado.
Vou me dar o luxo de fazer o meu tempo
e quando estiver nos teus braços então
vou te abraçar em câmera lenta,
vou te beijar sem nenhuma pressa,
por que o tempo está voando e
eu só quero voar para os teus braços,
enquanto eu ainda tenho o tempo,
enquanto o tempo está aqui dentro de mim,
por que eu não sei do tempo,
só sei deste tempo este do teu lado meu amor!
Tua Teresa

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Vós!


Imagem da Web

 Vós que estais aí na solidão
de si mesmo
é para mim
minha suave inspiração...
Vós que pareceis tanto
quanto este meu ser sonhador
és para mim
minha suave inspiração...
Vós que sentes a emoção
tocar teu coração
és para mim
minha suave inspiração...
Vós que sonhas com o
eterno amor como eu
és para mim
minha suave inspiração...
Vós que sentes o amor
pulsar loucamente em
teu ser
és para mim
minha suave inspiração...
Vós que sentes a mesma
solidão que este meu ser
és para mim
minha suave inspiração
então venha e seja minha
real inspiração.   (((((2005)))))
Maria Teresa

sexta-feira, 3 de julho de 2015

O sonhar (((((2008)))))


Resultado de imagem para imagem de sonho

                 Imagem da Web                                                       

De encontro ao sonho.
De encontro a canção.
Só que há desencontro
indo de encontro a canção.
E neste desencontro me encontro
sozinha com o sonho na mão
e com o canto no coração.
Sozinha num canto
contando com o sonho
   que se esvai com a canção!  
Maria Teresa

(((((2008))))))

A Rosa e o Girassol

A Rosa e o Girassol.
Tão distintas e tão iguais.
Buscaram o mesmo solo, um solo pedregoso
e árido para desabrochar.
Uma ao lado do outro encantando os pássaros,
as borboletas, enfeitiçando as joaninhas.
Fico aqui a pensar, por que os homens
não podem viver em harmonia?
Que bom que no jardim da nossa casa as plantas se harmonizam e enfeitam a nossa vida.
Obrigada meu Deus,por tão lindo presente. Amém!

A alma e as estações!

A alma daquela mulher anda como as estações

Seu coração está na mão das estações

Ele sabe definir o vento, o sol, a alegria, a tristeza...

E se aninha a saudade vendo o sol partir!

O sol parte em busca de um novo dia do outro lado

E a noite vem e aperta este coração solitário

Sufocando o ser que quer ser e fazer feliz.

Mas está tão triste e o pior se sentindo tão sóQue por mais que queira não consegue ser

Pode apenas estar ali sozinha no canto de si mesma.

E de mãos dadas com as estações e muito triste

Caminha lentamente pela solidão de si mesma

Que se fez sossego dentro dela e em seu coração

Mas que chora por um amor que não chega

E que agora tem medo até de ser e até de estar.

Cansada de apenas estar

Recolhe-se a poesia que adentra o seu ser

Encolhe-se todinha a espera de inspiração

Para rimar com estações, por que seu

Pensamento voa e não consegue atinar

Que você não chega a tempo para eu lhe amar!

Maria Teresa