SCM Music Player

Última Atualização

Muito obrigada meu querido pela linda homenagem. amo você.

Meu querido amor, muito obrigada pela linda homenagem que você me fez aqui no blog, está lindo demais e tudo que você me falou através da música é simplesmente maravilhoso, muito obrigada amor meu, amor da minha vida. Acordar com beijos seus foi maravilhoso, perfeito amor meu. Amo você meu rei, beijinhos em seu coração. Sua eterna Teresa

sábado, 30 de maio de 2015

Imagem da Web

O que seria de nós sem o tempo? 
O que seria de mim, de ti sem o tempo?
Por certo não haveria nós, não haveria nada, só espaço, sem tempo.
Tudo seria tão estranho, tão sem jeito, tão sem noção...
Ainda bem que existe o tempo, que bom que existe, nós, 
que bom que existe tu e existe eu neste tempo,  que corre 
tanto quanto a velocidade do som, tão velozmente,
 mas ainda bem que existe o tempo 
e que bom que estamos juntos neste tempo.
Teresa

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Apagar sempre o que machuca ((((((2009))))))

                                                                             
                                                                        Imagem da Web

Vou apagar da vida
O que me machucou
A esperança em mim é imortal
Ela brilha tanto que ofuscará quem
Não tem brilho próprio
Acredito e sempre acreditarei em mim
Caminho sem parar
Não vou parar nunca
O caminho sempre seguirá e sempre em frente
Amo!
Sempre amarei não sei viver,
Sem amor e Sem amar
Acredito e sempre acreditarei na minha
Capacidade de ser
Por que eu conquisto, eu ilumino
Eu sempre me surpreendo
E ainda me surpreenderei
Ainda mais
Realizo-me
Entrego-me
Acima de tudo vivo
Por que a vida me ama. (2009)
Teresa

terça-feira, 26 de maio de 2015

No azul do bailar (2008)

Tudo é azul, meus olhos tremulantes estão
pelo sono que me açoita.
Tudo é branco que se sufoca num gritar
que se esparsa em brancas nuvens.
Tudo é verde, meus pés pisam no sonhar
em relva toda verde, verde toda.
Tudo é negro, meu ser flutua na imensidão
da noite que negra está pela falta da
sua doce presença.
Tudo balança, tudo platina em sonhos,
murmúrios, quimeras, momentos que
eternizei dentro de mim.
Tudo é bailar, bailar de gaivotas e meu
espírito baila numa flutuação
que até então desconhecia.
Tudo é pureza, minha alma vai além das
tão sonhadas montanhas azuis.
Tudo é sonho dentro da realidade que
fere a vida.
Vem meu anjo sonhado, tira-me a vida
sem vida e leva-me para seu viver...
(((((2008 e em 2009 nos encontramos)))))
Maria Teresa

domingo, 24 de maio de 2015

Por onde vou

                                                                                   
Foto clicada no Piracuama, num domingo mágico.

Por onde vou levo-te comigo.
Por que tu estás em mim, estás dentro de mim.
Passeando em meu coração,
fazendo cócegas em minha alma.
Navegando em meu pensamento,
fazendo minha imaginação explodir
em poesia falando de ti.
Por onde vou, acarinhas minha pele,
fazendo-me arrepiar todinha só por ti.
Por onde vou, caminhas ao meu lado,
segura minha mão com carinho e proteção.

Que bom que por onde eu vou, estás comigo.
Tua para sempre, Teresa.

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Caibo direitinho no teu abraço



Amor tu já reparastes que eu 
caibo direitinho no teu abraço?
Caibo direitinho por que tu com todo teu cuidar 
me ajeita com teu amor a cada abraço 
para não ficar nada de fora deste abraço.
Bom demais caber no teu abraço assim.
Me sinto protegida, me sinto “ternurada” 
e acarinhada por este doce e forte abraço.
Bom demais também dormir neste abraço 
e pela amanhã despertar no teu abraço de amor.
Posso até crescer, engordar 
que mesmo assim caberei no teu abraço 
por que ele é auto-ajustável 
pelo amor que há em cada abraço.
Este abraço faz parte do meu mundo, 
do meu corpo que se aninha 
todos os dias neste abraço.
Ai que delícia é ter esse abraço!
Um beijo abraçado em teus lábios, 
que só sabe me abraçar a cada beijo de amor.
De tua Teresa

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Bom ficar de bobeira por causa do Amor!

Imagem da Web


Ei você anda reclamando que não tem amor.
É só querer que ele vem.
E ele sempre chega na hora certa,
nunca cedo demais e nunca tarde demais.
Ele chega sempre na hora exata,
na hora que o coração está bonito
para que ele entre e se esparrame
dentro de você e faça desabrochar em você
a vida verdadeira, por que vida sem amor
não é vida.
O amor tem que existir sempre
dentro de você, portanto arrume
sua casa interior e deixe tudo limpo
bem arrumado e perfumado,
para o amor entrar e fazer uma
festa linda dentro de você
e fazer você rir a toa, rir por qualquer coisa.
O amor nos deixa um tantinho bobo,
e que delícia é essa bobeira.

Adoro ficar de bobeira por causa do amor e você?
Teresa

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Dançando contigo (((((2009)))))

                                                           
                                                
Dançando em nosso casamento em 2012
             
Dançando contigo, meu doce José!
Como te amo quando danças comigo.
Estar em teus braços, envolvida por eles,
me fazendo deslizar suavemente pelo salão e
como te amo quando danças comigo.
Com tuas mãos me segurando firme, mas com
suavidade me deixo levar por ti e fico
toda arrepiada com teu rosto colado
ao meu, com tua voz em meu ouvido,
quando danço contigo.
Adoro dançar contigo meu amor
e te amo em cada dança,
em cada olhar, em cada amar!

      Tua Teresa

sábado, 16 de maio de 2015

Te juro! (((((2009)))))


Eu te juro amor:
que te amo, te juro solenemente
que te amo, que te adoro, que te quero
além da vida, além do amor,
este amor que em mim habita é todo teu.
Adoraria declarar e jurar diante do mundo,
do firmamento, mas declaro diante de ti,
olhando em teus olhos,
que te amarei para sempre e que serei
para sempre leal e sempre verdadeira
e te prometo que nunca levantarei minha voz
contra ti e cumprirei com lealdade este juramento
de amor e com toda fidelidade do meu coração
e entrega da minha alma sempre te serei fiel,
meus olhos nunca se levantarão para outro olhar
que não seja o teu doce olhar.
Meu amor por ti é o que há de mais verdadeiro
em mim, um amor paciente e calmo
e juro-te meu amor que ele será eterno,
por que ele é maior que esta vida,
por que ele é além da vida, por que este amor
é além do amor...este beijo que te dou agora,
com certeza é o mais intimo e mais doce
dos meus lábios que já beijaram os teus! 
Tua Teresa

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Onde você está amor? Poesia de 1999

Eu em 1999 em São Lourenço

Busco você em tudo e não lhe encontro.
Busquei na brisa fria que bateu em meu
rosto e não encontrei você.
Busquei nos rostos que por mim passaram
e não vi você.
Busquei no seu perfume, mas ele se perdeu,
pois nunca senti seu perfume.
Busquei você em tudo, mas nada, você não veio.
Busquei através de palavras, que sonhara ouvir,
eram tão doces e agora tristes e doloridas,
por que não foram ditas por você,
que não conheço e que não veio.
Ficou apenas este meu coração a chorar de dor,
pelo amor que não veio
Ficando apenas este silêncio dolorido, esta lágrima
presa na garganta e este gemido no olhar.

         (((((1999)))))   Maria Teresa
(((((Que bom que você chegou, meu amado José Carlos, 
em 2009, para alegrar meu coração e minha vida)))))

A Rosa e o Girassol

A Rosa e o Girassol.
Tão distintas e tão iguais.
Buscaram o mesmo solo, um solo pedregoso
e árido para desabrochar.
Uma ao lado do outro encantando os pássaros,
as borboletas, enfeitiçando as joaninhas.
Fico aqui a pensar, por que os homens
não podem viver em harmonia?
Que bom que no jardim da nossa casa as plantas se harmonizam e enfeitam a nossa vida.
Obrigada meu Deus,por tão lindo presente. Amém!

A alma e as estações!

A alma daquela mulher anda como as estações

Seu coração está na mão das estações

Ele sabe definir o vento, o sol, a alegria, a tristeza...

E se aninha a saudade vendo o sol partir!

O sol parte em busca de um novo dia do outro lado

E a noite vem e aperta este coração solitário

Sufocando o ser que quer ser e fazer feliz.

Mas está tão triste e o pior se sentindo tão sóQue por mais que queira não consegue ser

Pode apenas estar ali sozinha no canto de si mesma.

E de mãos dadas com as estações e muito triste

Caminha lentamente pela solidão de si mesma

Que se fez sossego dentro dela e em seu coração

Mas que chora por um amor que não chega

E que agora tem medo até de ser e até de estar.

Cansada de apenas estar

Recolhe-se a poesia que adentra o seu ser

Encolhe-se todinha a espera de inspiração

Para rimar com estações, por que seu

Pensamento voa e não consegue atinar

Que você não chega a tempo para eu lhe amar!

Maria Teresa