SCM Music Player

Última Atualização

Muito obrigada meu querido pela linda homenagem. amo você.

Meu querido amor, muito obrigada pela linda homenagem que você me fez aqui no blog, está lindo demais e tudo que você me falou através da música é simplesmente maravilhoso, muito obrigada amor meu, amor da minha vida. Acordar com beijos seus foi maravilhoso, perfeito amor meu. Amo você meu rei, beijinhos em seu coração. Sua eterna Teresa

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Uma Declaração,não de imposto de renda, mas do meu amor por ti!

Dizem que quem declarou seu amor não precisa declarar mais,
por que declaração é tudo igual, mas quê!
Nada é igual no amor.
Posso declarar meu amor
num olhar,
num suspirar,
num carinho,
numa palavra terna,
num beijo arrebatador, aquele de tirar o fôlego,
num beijinho, aquele tipo selinho...
Posso declarar meu amor em tantos atos que nunca terá ato final.
Declaro meu amor a ti através de palavras escritas,
mas ditadas pelo coração e escritas aqui neste papel frio que é o monitor,
hun que estranho, escrever num papel que é o monitor...
Ah amor declaro agora meu amor a ti!
Declaro sim e sempre o declararei, gosto de declará-lo a ti.
Gosto do som das palavras...
Gosto de quando declaro meu amor a ti,
quando toco teu rosto com carinho num beijo rápido e
tu me olhas com o canto dos olhos.
Gosto, gosto muito de declarar meu amor a ti, 

seja lá de que maneira for.
E declaro agora meu amor a ti, meu amado José Carlos.
Sou sua Maria, aquela que escolhestes num domingo
não muito distante e eu a sua Maria aceitei ser escolhida por ti,
ah como gostei e agora declaro meu amor a ti.
Amo a ti meu doce amor, ah como eu amo a ti!
Te amo na simplicidade e com ternura.
Te amo com loucura na passividade dos dias longe de ti.
Te amo meu amor e isso nunca poderei negar, amo somente a ti e
te amo as vezes mais do que amo a mim.

           Um beijo de sua Teresa

Eu te quero nos segundos,minutos,horas,dias...

Eu te quero cada minuto, cada hora, cada dia
Cada vez mais, com mais ternura e mais amor.
Sinta as batidas do meu coração,
Deita tua cabeça em meu peito e escuta suas batidas
Do meu coração, que acelera quando tu olhas
Dentro dos olhos meus.
Sinta como meu ser se entrega completamente
A cada toque de tuas mãos.
Sinto teus beijos em meus lábios que ainda estão
Quentes e úmidos de amor e desejo.
Amor eu iria até os confins do mundo
Para encontrar palavras prá poetizar para ti e 
todo instante dizer: Te amo!
Vai passar o infinito de anos e sempre te amarei.
Não quero guardar este amor dentro de mim,
Quero te dar todo ele em forma de carinho,
De ternura, de compreensão, de cumplicidade,
De companheirismo, de entrega total da alma,
Do coração, do corpo e me fazer sempre tua em cada olhar,
Em cada conversa, em cada toque.
Viajo neste insante nos teus beijos,
Nos teus olhos, nos teus sonhos e ideais e
Com doçura me entrego a ti para sempre.
                       Sua Teresa

Traga o anjo lindo



Os segundos parecem minutos 
Os minutos, horas
As horas, dias
Como este dia custa a passar
Meu coração sente o seu bater
aqui em meu peito
Olho as horas e parece que elas não
passam, elas estão ali paradas,
o tempo estagnou e eu aqui querendo
lhe ver, lhe sentir meu anjo lindo.
Vem noite e me traga o meu anjo lindo.
Vem noite e me traga a canção que
acompanha o meu anjo lindo.
Vem noite e me traga estrelas,
mas se vierem só, nem venham, só
quero estrelas, prá ver com meu anjo lindo.
Vem noite, me traga o luar que com certeza
se encantará com a luz que meu anjo lindo
trás com ele.
Vem noite, me traga o sorriso,
o sorriso do meu anjo lindo.
Vem noite e traga com você o meu amor!

A Rosa e o Girassol

A Rosa e o Girassol.
Tão distintas e tão iguais.
Buscaram o mesmo solo, um solo pedregoso
e árido para desabrochar.
Uma ao lado do outro encantando os pássaros,
as borboletas, enfeitiçando as joaninhas.
Fico aqui a pensar, por que os homens
não podem viver em harmonia?
Que bom que no jardim da nossa casa as plantas se harmonizam e enfeitam a nossa vida.
Obrigada meu Deus,por tão lindo presente. Amém!

A alma e as estações!

A alma daquela mulher anda como as estações

Seu coração está na mão das estações

Ele sabe definir o vento, o sol, a alegria, a tristeza...

E se aninha a saudade vendo o sol partir!

O sol parte em busca de um novo dia do outro lado

E a noite vem e aperta este coração solitário

Sufocando o ser que quer ser e fazer feliz.

Mas está tão triste e o pior se sentindo tão sóQue por mais que queira não consegue ser

Pode apenas estar ali sozinha no canto de si mesma.

E de mãos dadas com as estações e muito triste

Caminha lentamente pela solidão de si mesma

Que se fez sossego dentro dela e em seu coração

Mas que chora por um amor que não chega

E que agora tem medo até de ser e até de estar.

Cansada de apenas estar

Recolhe-se a poesia que adentra o seu ser

Encolhe-se todinha a espera de inspiração

Para rimar com estações, por que seu

Pensamento voa e não consegue atinar

Que você não chega a tempo para eu lhe amar!

Maria Teresa